Seja Bem Vindo!

Eu não preciso de ti. Tu não precisas de mim. Mas, se tu me cativares, e se eu te cativar...Ambos precisaremos, um do outro. A gente só conhece bem as coisas que cativou, por isso tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas!

(Antoine de Saint-Exupéry).


quinta-feira, 3 de setembro de 2009

03 de Setembro, o meu dia!



O dia que eu nasci...
E quanta coisa se passou daquele dia até hoje.
Fico imaginando o que pensou minha mãe...
Quais teriam sido os seus planos para mim naquele dia?
Talvez não muitos, afinal naquele momento eu só precisava de proteção, cuidado e amor, muito amor. E isto, meus pais souberam me dar com maestria.
Os anos foram passando e fui crescendo...
Até que não era tão peralta, sempre gostei estudar e de empinar pipa.
Gastava horas em minhas brincadeiras com os amigos imaginários e com as amiguinhas de verdade, ou ainda com a leitura dos meus gibis...
Vez ou outra preferia só assistir meus desenhos favoritos.
Mas sempre fui dengosa... gostava de um carinho que só! (sou assim até hoje)
E os anos passaram e me transformei em uma adolescente cheia de planos.
Tinha muito que pensar faculdade, trabalho, casar, ter filhos, ter uma casa....enfim, planos que todo mundo fazia então.
O primeiro trabalho e a faculdade chegaram juntos, um mundo de descobertas se abriu a minha frente.
Depois o coração...ah esse danado sempre me deu muito trabalho.
Alguns desencontros, algumas alegrias...até que ele chegou, foi um amor gostoso, intenso, que invadiu e que se fez perpetuar, nos casamos.
Construímos um lar, tivemos um filho...e a vida foi seguindo seu curso.
Mas, um dia, comecei a perceber que as coisas já não eram mais as mesmas...
Em algum lugar desse caminho, a gente tinha se perdido.
Demorou até eu aceitar que aquele amor de antes, já não estava mais lá, o que antes era prazeroso tinha se tornado um fardo pesado demais para carregarmos.
E com os sonhos desfeitos, nos separamos.
A capacidade de recuperação que a gente tem é mesmo enorme.
Enfrentei todas as angústias e sofrimentos que vem junto com uma separação, por um tempo acreditei que toda aquela dor não ia acabar nunca mais.
Mas como tudo nessa vida passa (até uva!)...aquilo também passou e percebi o quanto eu tinha crescido depois de enfrentar tudo aquilo.
E o tempo continuou passando e me trouxe até aqui.
Posso dizer que tive uma vida boa até agora e que tenho grandes pretensões de que ela continue sendo boa de viver.
Não trago nenhum ranço na alma, nem tão pouco arrependimentos.
O que tenho aqui por dentro é uma enorme gratidão por tudo que pude viver, por todas as oportunidades que tive para crescer; por todas as vezes que disse e que ouvi “não” e por todas as vezes que disse “sim” e que recebi o “sim” como resposta.
Sou grata ao meus pais, por terem me dado a vida...
Sou grata a mim, por ter também dado a vida àquele que hoje é a razão da minha vida.
Enfim, hoje, 03 de setembro, dia do meu aniversário, queria dizer que neste dia, lá atrás, começou a minha história, uma história que ainda guarda para o futuro, cenas de grandes e infinitas emoções.
Mari

6 comentários:

intervalo disse...

Mari,todos os dias são especias mas,hoje é seu aniversário!vim dar-te um abraço carinhoso desejando-lhe muitas alegrias nesta nova idade,continue a empinar pipas elas conservam este sorriso radiante em seu rosto.Parabéns,felicidades.Boa tarde com cheirinho das flores do campo.beijoss com carinho meu.Lia...

Mari disse...

Lia querida, super obrigada pelas palavras e pelo carinho!
Grande beijo pra você!

Jocemar disse...

Oba!!
Parabéns!! Saúde e sucesso!!!

vai ter brigadeiro??

;)

Mari disse...

Oi Jocemar, obrigada pelo carinho!
Ah meu amigo, dia do meu aniversário tem tudo que eu tenho direito...bolo, brigadeiro, velinha, balões rsrsrs
Beijos

Rodrigo Marcilio disse...

Parabêns por estar renascendo mais uma vez... Renascer é sempre uma experiência ótima... muito embora a rejeitamos muitas vezes... pois mudar não é facil... e nascer é necessário... não a como escapar... somos comprimidos por um estreito e escuro túnel... até que vemos a luz novamente... tão intensa que chega a ofuscar... Não se preocupe em se perder... pois apenas nos perdermos para nos encontrarmos novamente !!!

Felicidades...

Namastê !

Mari disse...

Bom dia Rodrigo, obrigada pelas reflexivas palavras!
Sim meu amigo, dia de renascer! Não há porque fugir deste renascimento, que nos renova e nos torna melhores!
beijos

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails