Seja Bem Vindo!

Eu não preciso de ti. Tu não precisas de mim. Mas, se tu me cativares, e se eu te cativar...Ambos precisaremos, um do outro. A gente só conhece bem as coisas que cativou, por isso tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas!

(Antoine de Saint-Exupéry).


sexta-feira, 16 de outubro de 2009

A Fábula do Porco-Espinho

Durante a era glacial, muitos animais morriam por causa do frio. Os porcos-espinhos, percebendo a situação, resolveram se juntar em grupos, assim se agasalhavam e se protegiam mutuamente; mas, os espinhos de cada um feriam os companheiros mais próximos, justamente os que ofereciam maior calor. Por isso decidiram afastar-se uns dos outros e voltaram a morrer congelados. Então precisavam fazer uma escolha: ou desapareceriam da Terra ou aceitavam os espinhos dos companheiros. Com sabedoria, decidiram voltar a ficar juntos. Aprenderam assim a conviver com as pequenas feridas que a relação com uma pessoa muito próxima podia causar, já que o mais importante era o calor do outro. E assim sobreviveram!
.
Moral da História: O melhor relacionamento não é aquele que une pessoas perfeitas, mas aquele onde cada um aprende a conviver com os defeitos do outro e consegue admirar suas qualidades.
Autor: Dr.Álvaro Conegundes
Fonte: Folha(Coluna de Paulo Coelho)
Anônimo, obrigada por me informar os créditos, eu não sabia!

4 comentários:

nereida disse...

Linda estória, Mari!
Meu primeiro selinho... estou te oferendo também. Passe lá e pegue ,viu? Meu primeiro presente para minhas primeiras amigas blogueiras! Bj
Nereida

Rodrigo Marcilio disse...

Ou ainda quando aprendemos a manter a distância certa em uma relação, preservando a liberdade e o espaço do outro, um relacionamento harmonioso é conquistado. E os espinhos não chegam a nos tocar, mantendo o aquecimento de nossos corpos, sem que contudo tenhamos de nos machucar...

Namastê !

nereida disse...

Onda anda voce, Mari? Passando para te desejar uma semana cheia de paz! Bj
PS: tem um selinho para voce lá no meu blog, viu? É o meu primeiro selinho...

Anônimo disse...

coloque os créditos
Autor: Dr.Álvaro Conegundes
Fonte: Folha(Coluna de Paulo Coelho)

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails