Seja Bem Vindo!

Eu não preciso de ti. Tu não precisas de mim. Mas, se tu me cativares, e se eu te cativar...Ambos precisaremos, um do outro. A gente só conhece bem as coisas que cativou, por isso tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas!

(Antoine de Saint-Exupéry).


terça-feira, 13 de abril de 2010

Minhas impressões



Cada um de nós tem o seu jeito muito particular de ver a vida.
Eu acredito que o amor, o respeito e a atitude caminham de mãos dadas...
A falta de diálogo e de interesse pela coisas do outro é expressão viva de que tem alguma coisa que não está funcionando bem (em qualquer tipo de relação). Os sintomas começam a aparecer e se não cuidamos deles, fatalmente o relacionamento adoece...começam as descasos...e sabemos bem como terimana...é UTI e morte, infelizmente.
Por isso eu acredito firmemente que não devemos deixar nada por dizer ou por fazer, que não devemos deixar nada por sentir, porque senão fica aquela sensação de incompleto e de frustração...
Mas de tudo o que eu sei, o que mais tenho certeza é de que não sei nada! Porque nada é absoluto...tudo diverge de mim para o outro e deste para mim.
A nossa passagem por aqui é de aprendizado constante e lapidação de "ser humano", coisa bem difícil e que requer alguma dedicação de nossa parte.
Eu por exemplo, não consigo ser mais ou menos, a intensidade é algo muito forte em mim, em tudo que faço, digo e sinto...às vezes eu até gostaria de ser um pouquinho menos...mas não consegui ainda!
Digo ainda, pois que nada nesta vida é ou está definitivo...então fica sempre um espaço para o de repente!
Sigo a minha vida sempre aberta ao novo e procurando absorver ao máximo o aprendizado, sei que estou muito longe dele, mas insisto em continuar, um dia, aqui dentro do meu coração eu sei...que as coisas mudam, que as angústias vão e a felicidade vem...e tudo começa de novo e de novo...esta magia é o que me move...
Sei que não existe nada eterno, nem alegria, nem tristeza, nem riqueza, nem pobreza, nem saúde, nem amor, nem paixão...tudo coexiste pacificamente no mundo e dentro de mim...
Se pararmos para pensar o que é a missão de nossas vidas, creio que ficaremos empacados sem evoluir. Eu acredito que nossa passagem por aqui seja mais do que questionamentos, eles fazem parte do crescimento da gente, mas tem coisas que por mais que questionemos não nos é cabível uma resposta.
Sendo eu uma eterna aprendiz de tudo, principalmente de mim mesma...me surpreendo a todo momento com as surpresas do caminho...
Então coloco meu barquinho no mar da vida e remo muitas vezes contra a maré, outras com o vento totalmente a favor...mas concordo com quem diz que pouco importa o destino, o que importa é o caminho e as ecolhas que vamos fazendo...e que fazem com que no final tenhamos a gostosa sensação de que tudo nesta vida vale a pena.
Como disse o Pessoa: "Tudo vale a pena quando a alma não é pequena".
A grandeza da nossa vida está na forma como a vivemos, naquilo que ofertamos e em tudo quanto recebemos...até o que é ruim pode nos trazer algum bem.


By: Mari

9 comentários:

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

Nosso barquinho deve ser posto todos os dias a navegar....
Contra a maré ou a favor dela...

Beijo

Silvia disse...

A cada dia que passa podemos aprender e ser alguém melhor ou apenas passar pela vida. Esse é o grande mistério que envolve cada pessoa.
Abraço

jefhcardoso disse...

Mari, é isso aí. A vida é em mão dupla. Devemos aceitar e não apenas nos impor. Cuidar da saúde das relações enquanto elas são saudáveis, mas remediar com honestidade e sinceridade sempre. Participo de muitos de seus pontos de vista. Gostei muito do seu texto. Parabéns!

Obs. Pessoa é show!

jefhcardoso disse...

Mari, ficarei esperando a sua leitura terminar para você comentar. Um comentário em cada Bronson, ok? (sorrio, pois brinco). Obrigado, Mari!
Obrigado por seu apoio ao meu blog e um braço do Jefh!

Flavio Ferrari disse...

A vida não precisa ser grandiosa
Já estou naquela fase
Em que basta ser gostosa

Mari disse...

Pessoas queridas...
Aprender, navegar por águas calmas ou turbulentas, ser sincero, cuidar de si e do outro...querer uma vida gostosa e não grandiosa...
Você captaram os meus sentimentos...é simples assim!
Beijos a todos vocês!

Pérola disse...

Obrigado amada pela visita.
Todos os dias procuro ser uma pessoa melhor amiga.Me cobro muito quando falho em algumas questões.
Um beijo amada e muito obrigado pela visita.
beijokas.

Andre Martin disse...

Fiquei impressionado. rs
Eu também concordo! ;-)
E fico feliz por isto.

La vie, l'amour, l'argent, les amis et les roses
On ne sait jamais le bruit ni la couleur des choses
C'est tout c'que je sais, mais ÇA, je le SAIS!


Quanto ao diálogo, concordo inteiramente.

Gostaria só acrescentar que penso que o SILÊNCIO também faz parte do dialogar, e às vezes diz muito mais do que toneladas de palavras. Não deixa de ser um instrumento poderoso de comunicação: a não-comunicação.

Entretanto, mesmo contando com o silêncio, pode não haver DIálogo nenhum, o que é muito triste.

COMUNICAÇÃO parte do pressuposto da COMUM+AÇÃO = ação em comum entre as partes, como se fosse COM+ÚNICa+AÇÃO = uma coisa só, integrada. Se uma das pontas se perde, daí COM+NICAs+AÇÃO = com nenhuma ação, ou seja, nada acontece, infelizmente.

Mari disse...

Oi André, bom dia!
Bem você deve ter reconhecido parte desta minha divagação né?
Concordo com você o silêncio muitas vezes é diálogo sim, você não poderia ter dito melhor, faço minhas as suas palavras!
Delícia de comentário...me faz refletir mais!
Um beijo querido

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails