Seja Bem Vindo!

Eu não preciso de ti. Tu não precisas de mim. Mas, se tu me cativares, e se eu te cativar...Ambos precisaremos, um do outro. A gente só conhece bem as coisas que cativou, por isso tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas!

(Antoine de Saint-Exupéry).


quarta-feira, 14 de julho de 2010

Indignação...O Caso Bruno


Eu sinceramente estava me negando a falar sobre o assunto, mas hoje li uma crônica de que me forçou a quebrar o meu silêncio.
A tônica da crônica era a afirmação de que o Bruno também é uma vítima, devido a todo o seu despreparo moral e intelectual para lidar com a fama e com o dinheiro. Falava também sobre as falsas amizades e a falta de cultura do Bruno.
Com efeito...foi o que bastou para que eu decidisse escrever sobre o assunto.


Agora vamos falar sério aqui.
Todos sabemos e foi até matéria do Fantástico e tantos outros meios de comunicação, o despreparo moral, intelectual e emocional que acometem as pessoas que ficam famosas, ricas e poderosas da noite para o dia...algumas delas realmente piram! Invertem todos os valores, julgam-se acima do bem e do mal, sentem-se poderosas, decidem experimentar de tudo, inclusive o que é ilícito...enfim, elas extrapolam.
Concordo que esta situação realmente existe, o despreparo de algumas pessoas para a fama e tudo que vem com ela é um fato.
Mas existem muitas outras coisas que atingem as pessoas comuns, como as dificuldades diárias, as decepções ao longo da vida, as tragédias pessoais de cada um, o desamor, etc...coisas que atingem todo mundo e às quais todos estamos sujeitos...E nem por isto as pessoas saem matando ou mandando matar os outros por ai !  Fala sério!!!
Dizer que ele é vítima é forçar demais a situação, que estivesse despreparado...pode até ser, mas ainda assim é redundante dizer que a culpa foi do sucesso, do dinheiro ou do carinho que os fãs dedicavam a ele...


Para mim tudo o que temos assistido, lido e visto nos últimos tempos, tem uma só justificativa...falta de amor e de fé, seja em Deus, em Alá, em Jeová, em Buda...enfim, seja qual for o nome que tenha esta sua fé!
As pessoas estão cada vez mais abertas ao mal...não se protegem, não amam, não acreditam em Deus ou em uma força maior...
Não acreditam mais nem em si mesmas!
A falta deste canal com a fé em algo superior é a maior de todas as carências do ser humano...que sem isto, perde os valores, perde a noção do certo e do errado...acaba por sentir-se ele mesmo o todo poderoso....e acaba por cometer estas atrocidades que tanto tem nos chocado nos últimos tempos.
Aliado ainda a tudo isto, existe também a perda dos padrões de moral...o excesso de liberdade, a falta de respeito aos mais velhos...o descontrole na educação dos filhos, etc.
E o que vemos....filho mata os pais, pais matam os filhos...homens e mulheres não se entendem, se agridem., se ofendem...se matam! Realmente é tudo muito triste mesmo, chegar a doer na alma da gente...


Até onde vamos ver o ser humano chegar com tanta falta de amor no coração?
Até quando assistiremos tanta injustiça?
Até quando veremos os assassinos se tornando vítimas?


Eu evitei falar deste assunto aqui no Cantinho...mas pensando bem a gente deve sim falar daquilo que é errado...tanto quanto pudermos, quem sabe com a nossa teimosia não mudamos algo em algum lugar!
Por isso, enquanto pudermos falar, questionar, provocar reações e pensamentos.... temos a obrigação de assim agir....
Pronto desabafei!


By: Mari

22 comentários:

serpai disse...

Es verdad...

ese caso ha sido muy hablado hasta fuera de vuestras fronteras... que caso más triste no?

Saludos,

Sergio

Cacá disse...

Aplausos, aplausos, aplausos, Mari. Eu estou a cada dia mais concordante com Montaigne ou Montesquieu (não me recordo bem) que disse: "Dê um homem poder e verá o seu vardadeiro caráter." Só isso explica esta postura acima do bem e do mal que as pessoas assumem quando se sentem de alguma maneira brindadas com o poder, seja da fama, do cargo ou do dinheiro. Nem precisamos falar de impunidade, pois ela é acessória do poder, os que são guardiões da lei, no fundo também não punem tão severamente, pois um dia a coisa pode ser com eles aí, já viu, né? O homem , no fundo é selvagem, bárbaro e só é contido pelas regras de vida em coletividade. Toda vez que puder rompê-las, seja por impulso sem controle, seja pela certeza de que vai se safar ele fará maldades, cometerá atrocidades. Os que se libertaram de seu estado primitivo de selvageria ainda são maioria, felizmente, senão já teríamos exterminada a espécie há muito tempo. Abraços. Paz e bem.

manuel marques disse...

Desculpa dos fracos...

BEIJO.

Zezinha Sousa disse...

Olá, Telinha

Esse caso do Bruno é mesmo de arrepiar!!!!

Acabei de postar um poema e alguma coisa me diz que é a sua cara, passa lá pra conferir. Bjos!!!

Misturação - Ana Karla disse...

Eu também estou sem querer falar desse crime bárbaro no meu blog, mas sinto que é necessário.

Ninguém tem o direito de tirar a vida de ningúem.

Xeros Mari!

Isadora disse...

Mari tenho acompanhado também e nào me manifestei pois é tão abominável.
Vi a entrevista com um psicólogo, e o mesmo afirmava que independente do histórico familiar, do despreparo, da fama exite algo chamado índole, caráter e que um ato hediondo com o cometido nada tem haver com um desestrutura familiar.
Isso é caracterítico de uma pessoa ruim mesmo.
um beijo

Leca disse...

Mari...
estou estarrecida com essa história...
e com muitas outras...
Muitos beijos..
e vamos continuar...
assim...no caminho...
Beijos
Leca

Zé Carlos disse...

Mari, este caso vc desenvolveu muito bem, mas vim para dizer que estou lhe seguindo e que te acho muito linda e simpática.

Beijos do ZC

Bleeding_Angel disse...

Oi Mari!
Eh vdd, eu tbm to evitando de tok neste assunto no meu blog ateh pq tah cheio de blog por ai q soh fala nisso, jah tem gnt ateh reclamando q esse papo tah cansando... afff!¬¬
Mas essa cronica q vc leu foi realmente choknte, vc poderia colok o link aki se possivel, seria interessante.
Qnto a este lance do sucesso, fama, etc, mexe sim com a kbeca das pessoas, mas se fosse assim, todos os famosos seriam serial killers, acho um absurdo essa afirmacaum, ateh pq, concordo contigo, nos, "meros mortais" enkramos kda coisa pessima no dia a dia mas estamos aki, naum estamos matando e DESOSSANDO nenhum ser humano.
Otimo post meu anjo.
Parabens.
Bjos e otima quinta pra ti.

Andre Martin disse...

Acho que a questão nem é de quebrar silêncio ou de falar...
A questão é de OUVIR!

Considero um abuso a prioridade e ênfase com que a imprensa, mídia (rádio E tv) adotam isto como notícia "obrigatória" e ainda acham que estão fazendo "um bem" a serviço do público... Lamentável!

O mesmo caso foi com os Nardoni e Isabela, Guilherme de Pádua e Daniela Perez, Ronaldo Fenômeno e traveco, as invasões dos sem-terra e o "massacre" no Carajás...

Se você gostaria de se recusar a falar, eu gostaria de me recusar a ouvir... ("meu ouvido não é penico" rsrss)

A humanidade tem sua parte podre, mas poderíamos ser poupados da super-exposição desnecessária.

Dinheiro chama dinheiro, violência atrai violência, notícia ruim vira fato ruim!

Diário de uma alma disse...

Concordo contigo Mari. Há um desamor tão profundamente arraigado em muitos. Há um destemor pelas Leis Divinas. Há uma libertinagem social onde o material é que tem importância. Há uma amoralidade apregoada inclusive nos meios de comunicação. Há a fé no dinheiro e a descrença pelo divino. Tudo isso tem criado uma sociedade desrespeitosa que alimenta egos monstruosos, cruéis e que são capazes de manchar a parte humana de nossa espécie. Parabéns pelo desabafo.
Edu

Pelos caminhos da vida. disse...

Porque que qdo acontece certos crimes, os pisicologos tem essa mania de dizer: problemas familiares, e por ai afora...tenho nojo de ouvir sempre esses profissionais falarem assim.
Isso pra mim tem nome: sem vergonhice, maldade demais.

beijooo.

Mari disse...

Meus queridos e queridas...

Pois é...é triste mas está ai acontecendo e sendo esfregado na cara da gente a todo momento...
A mídia também se aproveita e muito da situação.
Na minha oponição existem detalhes dos quais poderíamos ser poupados...
Mas este é o mundo que vivemos!
Beijos a todos...e mudemos nós então o foco!

cantinho she disse...

Mari, eu também me neguei por algumas vezes a falar sobre isso em meu Cantinho, mas acabei não aguentando, tudo tão estúpido, tão louco, tão chocante... o mundo tá doido!
Adorei o seu texto, parabéns!
Beijo, beijo querida!
She

Yasmine Lemos disse...

estou com medo do mundo...beijão

Mari disse...

Sheila e Yasmine...

Realmente o mundo está ficando um lugar feio e assustador.
Mas a gente precisa acreditar que a luz sempre vence!
Beijos

Delta do Amazonas disse...

Tirem as mulheres dos palcos dos programas de auditório expostas como tomate em banca de feira. Tirem as mulheres nuas, semi-nuas, vestidas de forma a serem confundidas como artigo de luxo. Tirem as mulheres da ilusão estúpida de que com a Lei Maria da Penha, se tornam invencíveis, capazes de medir força com os homens, desacatá-los, ofendê-los desafiá-los.
Essa confusão que recebeu o nome de igualdade de direitos, está misturando as bolas, fomentando preconceitos, diminuindo o Ser Mulher e pior com o aval das mulheres.
Aos 57 anos de idade eu só tomei um murro na cara uma vez na vida e foi aos 17 na festa de comemoração da Copa de 70. Nunca mais eu me envolvi numa confusão que pudesse me expor a tal violência.
Me tornei um covarde? Não, apenas deixei de transitar por situações que me pudessem expor a tais perigos.
Bom senso, sabedoria, cuidados devem ser observados sempre.

Mari disse...

Sergio querido...

De tudo que você disse aqui...e que me causou um grande espanto e também indignação...te faço uma só pergunta:

"A mulher que se expõe ou não...que se vende ou não, enfim...a mulher meu amigo, é tão somente um ser humano como o homem o é! Me responda meu amigo, você que conheço a fé e o embasamento religioso que professa...
Merece um ser humano uma sentença tão cruel imposta por outro ser humano?"

Beijos

Delta do Amazonas disse...

Maristela,

Su pergunta tem várias respostas.
Antes porém, preciso fazer alguns reparos.

1 - BUDA é um Ser Humano comum que atingiu a Iluminação e essa, só se dá na mente de uma pessoa.
Então, fica claro que um Buda jamais seria capaz de tamanha atrocidade.
2 - Um Buda não tem nada a ver com o conceito de Deus propagado por outras crenças.
3 - O budismo afirma que: Sê uma pessoa é atropelada por um carro, todos têm responsabilidade no ocorrido, seja o motorista, a vítima e até mesmo o carro.
Muito bem. Você me pergunta sê um Ser Humano merece ser sentenciado de morte pelo seu semelhante, certo?
A resposta é: Mergulhado na Escuridão Fundamental da vida, chafurdando nos níveis mais baixos como é o estado de Ira, Fome, Animalidade, etc. e fazendo uso do Livre Arbítrio, alguns indivíduos perdem a sua condição de Humano e agem como monstros de insanidade absoluta.
Então, não é uma questão de merecer ou não e sim viver de uma forma em que certas ameaças passem bem longe da sua existência na Terra.
Neste e noutros tantos episódios lamentáveis de estupidez e brutalidade sem limites ocorridos desde que o mundo é mundo, quer seja atirando pessoas aos leões nas arenas, decaptando com sabres, guilhotina ou machado, vidas roubadas a faca, cicuta, revolver, canhão, bomba nuclear, câmara de gás, etc. se configura em ato de insanidade por parte de quem as pratica.
Minha opinião é que tivesse essa moça vivido com outros modelos de conduta e a nossa sociedade amadurecido o suficiente para fazer da MULHER um Ser mais respeitado, coisas desse tipo jamais iriam ocorrer.
Queria dizer muito mais coisa, mas sinto que não devo me alongar.

Delta do Amazonas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Delta do Amazonas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mari disse...

Sergio meu essecial amigo...

De tudo quanto aqui falamos, de nossas formas de ver e encarar as coisas...de tudo isso meu amigo, fica uma única certeza nesta sua amiga, a de que estamos muito, mas muito longe mesmo das respostas e temos um caminho ainda muito longo a percorrer até encontrá-las até aprendermos como equilibrar todos estes fatores e sentimentos que permeiam na sociedade...às vezes por todos estes atos...tão próxima de seres irracionais.
Mas eu acredito na bondade que norteia a maioria das pessoas...e sendo assim, acredito que ainda temos jeito meu amigo!
Obrigada por compartilhar
seu sentimento.
Meu beijo, carinho e saudade

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails