Seja Bem Vindo!

Eu não preciso de ti. Tu não precisas de mim. Mas, se tu me cativares, e se eu te cativar...Ambos precisaremos, um do outro. A gente só conhece bem as coisas que cativou, por isso tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas!

(Antoine de Saint-Exupéry).


terça-feira, 3 de agosto de 2010

Só um desabafo...


Ultimamente tenho pensado muito, em muitas coisas...

Quanto mais leio, mais penso...mais reflito sobre esta avalanche de informações às quais somos submetidos a todo instante.
Não tem como a gente ficar imune ao que sabe....é impossível saber e não se envolver ou não ser tocado por aquilo que se lê e que se sabe.
Uma vez sabida a informação, ela passa a fazer parte da gente...pelo menos comigo é assim que acontece, passa a fazer parte do meu dia...e daí não tem jeito, eu penso e muito sobre tudo quanto sei e também sobre aquilo que imagino, depois que sei das notícias.

É um círculo cansativo...eu leio, me informo, sou tocada de alguma forma e penso.
Daí eu reflito e sinto a informação...e me pego assim às vezes, sentindo a dor do outro, a dor que o mundo exala através das informações que recebo a todo momento.
E acontece que às vezes, fico mau com as coisas que vou sentindo ao longo do dia...é impossível não sentir a dor de uma mãe que tem seu filho arrancado de sua convivência porque alguém decidiu simplesmente que não pararia naquele farol.
Não consigo deixar de ficar indignada assistindo aos desmandos de políticos que se julgam acima do bem e do mau. Não posso conceber a idéia de viver num país onde as pessoas esquecem tão facilmente as falcatruas que estes mesmos políticos praticaram com a cara deslavada, sem qualquer vergonha ou pudor...e hoje eles voltam, pedem voto, se aliam...chafurdam na mesma lama...e o povo aplaude e dá seu voto, simplesmente porque já não lembra mais da palhaçada!

Me sinto triste quando leio também que algum funcionário insatisfeito no trabalho lá nos Estados Unidos, chegou na empresa onde trabalhava e matou oito colegas e a si próprio...devido à sua insatisfação pessoal. Ou ainda que um jovem adolescente foi para a escola armado e saiu dando tiros e matando colegas e professores.

Fico indignada quando vejo lá em Alagoas pessoas sem ter onde morar, sem um mínimo de infra-estrutura, que tomam banho, lavam roupa e cozinham com a mesma água dos rios infectadas de doenças....E daí leio uma notícia onde se está em dúvida de se gastar ou 300 ou 600 milhões de reais na construção ou reforma de um estádio, para que o Estado de São Paulo não fique fora da copa em 2014.

E tem ainda o caso Bruno, o caso Mércia, o Lula, a Dilma, o Serra...a Marina...
Aquele que pensa que é o todo poderoso...Barack Obama e aquele que acha que é mais poderoso que o primeiro... Mahmoud Ahmadinejad...mandando recadinhos um para o outro...e sentimos pairar a ameaça de uma guerra...

A gente liga a TV e lá vem um amontoado de tragédias, navega na net e a coisa se repete, abre um jornal...e bingo...tudo de novo. 
Isto tudo sempre foi assim, só que hoje a velocidade das informações é tanta que a gente sente como se tudo desmoronasse na cabeça da gente a todo instante.

Claro que eu leio coisas boas também, fico sabendo dos avanços que podem nos trazer uma vida melhor, leio sobre as boas ações que amenizam a dor dos que sofrem...enfim, existe o lado bom...mas me parece que a cada dia que passa as tragédias, maldades, safadezas e desmandos ocupam mais e mais as manchetes.

Não sei o que vai ser da humanidade, se as pessoas continuarem assim, tão afastadas do amor e da fé, só consigo entender as maldades e atrocidades que tenho visto, à falta de amor, à falta de uma crença em algo que seja bom e que resulte no bem... Os dias passam cada vez mais depressa, as pessoas se ocupam cada vez mais com as coisas práticas, vivem em função de trabalho, dinheiro, sucesso...que são coisas das quais todos nós precisamos, porém tudo isto não tem grande serventia se não temos amor por nós e pelo próximo.
Hoje estou assim, ensimesmada...reflexiva e até um tanto amarga e triste com esta constatação. 
Mas eu sei que vai passar...até a próxima notícia que me leve a refletir de novo.

"A maldade se alimenta e cresce à medida que falta o amor..."

By: Mari

20 comentários:

Rosani disse...

Olá!Mari

Li seu texto, as vezes me sinto assim também, porém, afinal porque midia só mostra lado negativo do ser humano? simplesmente porque dá mais IBOPE, porque não mostra também lado bonito dos seres humanos que lutam e relizam tantas coisas boas, porque não dá IBOPE. Sei nao podemos esconder o sol com a peneira, mas sei também que uma luz de vela ilumina quarto escuro.
Por isso que acredito ainda na humanidade,

beijos, menina querida

diariodumapsi disse...

Mari!
Concordo com TUDO o que você disse! Ás vezes evito ouvir notícias ruins, mas elas estão presentes a todo momento, e realmente muitas vezes tenho medo do futuro do meu país...
Gd beijo

Maria José disse...

Mari. O negativo chama a atenção, infelizmente. Mas não podemos perder a esperança de vermos um dia, os bons acontecimentos se tornarem manchetes em todo o mundo. Beijos, amiga. Adorei seu post.

angela disse...

Muitas vezes me sinto assim, entendo bem o que escreveu.
beijos

Flavio Ferrari disse...

Leia menos e beije mais ...

Cacá disse...

Oi, Mari,
Eu concordo absolutamente com tudo. E acrescento que 90% de toda essa gama e informações servem mais para deformar do que para formar. Meu abraço. Paz e bem.

Tati Pastorello disse...

OI Mari, muitas vezes me sinto como você. Este é sempre um primeiro passo para a mudança. Quando nos sentimos assim sabemos que temos que fazer alguma coisa! Então mergulhamos em nós, aprofundamos e dali saímos com alguma resposta, um caminho, por menor que seja, mas que possa fazer a diferença. Eu tento, nem sempre consigo. Não podemos querer mudar o macro, assim, de uma vez, mas pequenas atitudes, na educação de nossos filhos (você fez um ótimo trabalho!), no convívio com pessoas, no falar no assunto, ajudar em algum trabalho social... Tudo isso muda o mundo, só que aos pouquinhos. Estas coisas também acontecem, mas não vendem jornal...
Fique com Deus. Beijos.

Chica disse...

Teu desabafo é pertinente,Mari!Estamos sobrecarregados de notícias que não gostaríamos de ler e ouvir.beijos,chica

Yasmine Lemos disse...

Bom dia Loira! sinto igual,pior é a sensação de impotência diante da maldade.
Mas ainda resta o amor , essa preocupação na alma da gente.
beijos e um dia de luz

Zezinha Sousa disse...

Olá,Telinha, li o seu texto com atenção, como vc já disse uma vez, somos muito parecidas na forma de sentir as coisas, hoje já me policio mais pra não permitir que todas essas injustiças acabem com a minha paz de espírito, essa forma que vc encontrou de expor seus sentimentos e opiniões tb é uma forma saudável de não se deixar engolir pelo monstro do absurdo que tanto nos causa indignação, cada um de nós podemos fazer alguma coisa para extravazar e provocar reflexões, assim como vc faz aqui. Parabéns, minha linda!
Bjossss!!!!!

Mari disse...

Oi Rosani,

Verdade minha amiga...ainda tem que haver alguma esperança.
Bjs

Mari disse...

Pois é...
Mesmo que a gente evite, elas são tantas que uma hjora ou outra damos de cara com elas...

Bjs

Mari disse...

Oi maria José,

Eu também tenho esta esperança...quem sabe um dia a gente possa ver acontecendo.

bjs

Mari disse...

Angela,

Infelizmente este sentimento não atinge só a mim...eu sei!

bjs

Mari disse...

Oi Flavio,

Quem dera fosse simples e fácil assim!

bjs

Mari disse...

Sabe Cacá,

Eu penso que alguns detalhes às vezes não deveriam ser divulgados..tipo "os requintes" de crueldade que acompanham certas notícias...é muito sensacionalismo.

Bjs

Mari disse...

Verdade Tati querida.

Voc~e realmente tem razão minha amiga, os pequenos gestos que pessoas como nós fazemos diarimente mudam, aos poucos esta tristeza toda...mas como você disse, não viram máteria de primeira página!

Beijos

Mari disse...

Chica,

Obrigada pela companhia de pensamento!
Beijos

Mari disse...

Yasmine...

Ainda bem que ainda temos o amor...devagar e falando a gente deve conseguir alguma mudança!

Beijos

Mari disse...

Oi zezinha,

Como é bom sua companhia e melhor ainda, encontrar eco no sentimento.

Um beijo

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails