Seja Bem Vindo!

Eu não preciso de ti. Tu não precisas de mim. Mas, se tu me cativares, e se eu te cativar...Ambos precisaremos, um do outro. A gente só conhece bem as coisas que cativou, por isso tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas!

(Antoine de Saint-Exupéry).


quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Fernando Pessoa...sempre

Eros e Psique



Conta a lenda que dormia
Uma Princesa encantada
A quem só despertaria
Um Infante, que viria
De além do muro da estrada.
                Ele tinha que, tentado,
                Vencer o mal e o bem,
                Antes que, já libertado,
                Deixasse o caminho errado
                Por o que à Princesa vem.
A Princesa Adormecida,
Se espera, dormindo espera.
Sonha em morte a sua vida,
E orna-lhe a fronte esquecida,
Verde, uma grinalda de hera.
                Longe o Infante, esforçado,
                Sem saber que intuito tem,
                Rompe o caminho fadado,
                Ele dela é ignorado,
                Ela para ele é ninguém.
Mas cada um cumpre o Destino —
Ela dormindo encantada,
Ele buscando-a sem tino
Pelo processo divino
Que faz existir a estrada.
                E, se bem que seja obscuro
                Tudo pela estrada fora,
                E falso, ele vem seguro,
                E, vencendo estrada e muro,
                Chega onde em sono ela mora.
E, inda tonto do que houvera,
A cabeça, em maresia,
Ergue a mão, e encontra hera,
E vê que ele mesmo era
A Princesa que dormia.

4 comentários:

Maria José disse...

Oi Mari. Final surpreendente. Adorei. Beijos e obrigada sempre por sua amizade.

GEEL - Grupo Espírita Esperança e Luz disse...

Ha! Fernado Pessoa, Que palavras lindas, que encanto de canto, este seu.
Mari, vim através do blog da Maria José, pessoa especial e maravilhosa.
Aprendo todos os dias, a cada passeio pelos blogs afins, e com certeza voltarei mais vezes.
Abraços.

Yasmine Lemos disse...

Passei muitoooooooo tempo dormindo, deixei de viver muita coisa, hoje quero ficar sempre acordade atenta.

Viva Pessoa e sua sabedoria.

beijo Mari!!!

Cacá disse...

Mari , eu sei que é uma questão de gosto , mas já pus na balança Drummond e Pessoa. Empatei os dois como os melhores poetas que esse mundo já criou. Eu tenho uma coleção da ed. Nova Aguillar chamada Obra Completa e entre todos eu fiquei nesse dilema delicioso.rsrs. Abração. paz e bem.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails