Seja Bem Vindo!

Eu não preciso de ti. Tu não precisas de mim. Mas, se tu me cativares, e se eu te cativar...Ambos precisaremos, um do outro. A gente só conhece bem as coisas que cativou, por isso tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas!

(Antoine de Saint-Exupéry).


sábado, 16 de outubro de 2010

Bom dia!



Ah...que a gente possa, ao menos de vez em quando, agir com a espontaneidade de uma criança...
Fazer o que tem vontade sem medo de parecer ridículo...
E naqueles dias de muita ansiedade, se lambuzar de chocolate sem pensar nas calorias...
Experimentando o doce da vida....para desfrutar da doce vida, que todos nós temos direito e merecemos!

(By: Mari)

9 comentários:

Leonardo B. disse...

[nesses momentos que sentimos a boa inveja, a nostalgia pela criança que ainda não se acabou em nós, mas já não permitida.]

Um imenso abraço, Mari
o melhor do mundo para si e para os que ama

Leonardo B.

Cacá disse...

Doce e chocolate eu concordo, de vez em quando. rsrs. Criança, sempre! Abraços, Mari! Bom final de semana. paz e bem.

Chica disse...

É verdade,precisamos disso!beijos,chca e lindo fds!

Guará Matos disse...

BOM DIA, AMIGO
Composição: Abilio Manoel

Bom dia, amigo
Bom dia, irmão
Basta um sorriso
E ganhe esta canção.

As flores no campo
As nuvens no céu
As águas do rio
E eu num barco de papel.

Mas venha comigo
Estenda sua mão
Enfrente a maré
Cantando este refrão.
____
BJS.

manuel marques disse...

Muito bonito.Beijo e um lindo fim de semana.

M. Sueli Gallacci disse...

Mari, adorei esse post kkkkkkkkk Tenho uma foto do meu netinho idêntica a essa.

Não existe ser mais lindo no mundo do que uma criança.

Parabéns amiga, como sempre suas sacadas são demaissssssssssss

Um bjo enorme e bom findi!

Andre Martin disse...

Não há nada como alimentar a criança que existe dentro de nós, não é mesmo?

Yasmine Lemos disse...

Que foto linda!
deixando meu beijo e desejos de um domingo em paz! beijão mari!

JOE ANT disse...

Doces, doçuras...
ou...
amargos, amarguras...
Tudo faz parte da vida.
Temos de saber saborear ambos,
para podermos distinguir,
discernir,
escolher e...
depois voltar a comer.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails