Seja Bem Vindo!

Eu não preciso de ti. Tu não precisas de mim. Mas, se tu me cativares, e se eu te cativar...Ambos precisaremos, um do outro. A gente só conhece bem as coisas que cativou, por isso tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas!

(Antoine de Saint-Exupéry).


segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Boa semana!


Não entendo porque algumas pessoas insistem em tratar bicho feito gente e gente feito bicho!!!

17 comentários:

Mariana disse...

Que foto triste e mais triste é saber que esta frase é real.
Nem bicho a gente trata mal.
Quem sabe um dia o ser humano evolui e passar a agi
como humano.
enquanto isto, façamos a nossa parte.

Renata Rainho disse...

oi, ótima semana pra vc também...
então eu posso dizer por mim né... eu tenho 3 cachorros e nenhum filho. os cachorros vieram do egoísmo de humanos que os compraram e os jogaram fora quando cresceram. os animais têm pela gente um amor incondicional que nenhum humano teria.

agora a gente vê crianças pedindo esmola na rua mas sabemos que tem um adulto por trás, então é assim: só ajudo os bichinhos mesmo, as crianças eu já não tenho mais dó!

bjoka e ótima semana

Mari disse...

É sim Mariana...muito triste mesmo.
Por isso que falo, quem sabe alguém escuta, muda posturas...eu tenho fé!
Beijos

angela disse...

Nem me fale...é realmente um horror. Difícil até de pensar.
beijos

JOE ANT disse...

Simples...
Porque são "gente" pior que bicho!
Com "bichinhos" na mioleira!
Haja "raios e coriscos" que lhes acertem em cheios e os façam modificar essa forma de pensar.
Mas...
No final:
"Perdoai-lhes Senhor pois nem sabem o mal que fazem"

M. Sueli Gallacci disse...

É isso aí, Mari!

Vc está corretíssima quando se trata de uma criança, como muito bem ilustra a foto que vc postou... Criança é inocente, como os bichos os são.

Mas não posso dizer o mesmo quanto a alguns humanos adultos.

Minha opinião é que todos os bichos devem ser tratados com amor e respeito, pois todos merecem. Quanto a certos humanos, nem todos merecem ser tratados tão bem como trato os meus bichos.

Um beijo grande e boa semana.

Mari disse...

Oi Rê, boa tarde querida.

Bem Rê, respeito seu ponto de vista, mas não concordo minha querida!
Sim Rê, os animais "gostam" muito de seus donos, são leais, amigos, companheiros...etc. etc.
Agora, falar de "amor incondicional" de um animal para um ser humano e vice-versa...para mim é um pouco demais...mas de novo reforço que é meu modo de ver as coisas.
Não consigo amiga, conceber que uma pessoa possa amar incondicionalmente um animal..e não se importar com uma criança que é seu irmão, seu semelhante...
Nem é uma questão de dó como você disse, mas de compaixão...e de amor ao próximo.
Não critico quem cuida bem de seus animais, pois penso que assim deve ser, se é para ter um animal de estimação então que seja para cuidar bem, com carinho e respeito; afinal é uma vida também. O que não me entra na cabeça é quando estes “cuidar” extrapola, são as situações onde vemos o animal sendo muito melhor tratado do que um ser humano, saí me incomoda muito mesmo.
Sábado mesmo vi uma matéria no Jornal Hoje, que mostrava tudo que existe à disposição dos cães e seus donos em cidades como New York. Uma ida ao “cabelereiro” custa só e apenas a módica quantia de U$ 150.00 (aproximadamente R$ 250,00) apenas para pentear o bichinho.
Você sabia que tem gente que gasta por mês com um cachorro o equivalente ao que gastaria para educar uma criança? Colocando-se neste valor gastos com saúde, educação, alimentação, etc...?
Eu sei que você sabe estas coisas, pois é uma mulher culta e muito bem informada!
Ah minha amiga, tem mesmo muito marmanjo sacana que faz uso de crianças para ganhar dinheiro...você está certíssima... E daí fico pensando o que elas “as crianças” podem fazer contra isto?
Sinceramente é uma questão muito difícil e a meu ver bastante complicada a solução, por esta razão é que falo, escrevo e fico indignada, pois penso que tenho também que dar a minha parte de contribuição para ver estas coisas mudarem.
bjs

Mari disse...

Oi Angela,

Mas a gente precisa pensar, falar...pra quem sabe mudar este quadro!
bjs

Mari disse...

Oi Joe...

Sabe que discordo?
Ele sabem sim o que fazem, certamente sabem!
bjs

Mari disse...

Oi Sueli,

Sim Sueli, toda e qualquer criatura merece respeito, mas o ser humano merece além disto amor, carinho e cuidado, ainda mais uma criança!
Você lembrou bem quando disse que tem ser humano que age feito animal...é verdade mesmo, mas ainda este tipo de pessoa merece respeito de nossa parte...quanto às atitudes de pessoas assim, tem Alguém vendo tudo!

Não estou dizendo aqui para que se maltrate os animais...só estou dizendo que algumas pessoas perderam a noção!

bjs

Yasmine Lemos disse...

Mari, concordo com você, Tudo tem seu limite. O amor não é egoísta nem burro, se não podemos amar ao próximo, o que será de nós?
beijos e uma ótima semana

Cacá disse...

Acho que foi isso que inspirou o Manuel Bandeira, Mari. É um paradoxo a gente ouvir falar tanto de amor, de direitos, de proteção, de menores, mulheres, minorias e as ações humanas direcionarem-se para o oposto, para a indiferênça, para o egoísmo.

O BICHO

Vi ontem um bicho
Na imundície do pátio
Catando comida entre os detritos.

Quando achava alguma coisa,
Não examina nem cheirava:
Engolia com voracidade.

O bicho não era um cão,
Não era um gato,
Não era um rato.

O bicho, meu Deus, era um homem."
Manuel Bandeira

manuel marques disse...

Palavras sábias.

Abraço.

M. Sueli Gallacci disse...

Mari, minha querida, me desculpe pela controvérsia, mas não posso ter respeito por quem mata seus semelhantes fazendo pleno uso de suas faculdades mentais e racionais.

Os animais só matam por instinto de sobrevivência, no que difere do homem. Por isso dedico-lhes todo meu respeito.

Só nesse aspecto discordo, pois do resto concordo com vc em gênero, número e grau. Exageros não são bons em nenhum aspecto da vida.
Animal de estimação necessita de cuidados de higiene/saúde e carinho – e basta!

Uma criança necessita muito mais e envolve muita responsabilidade para quem decide adotar(falo com conhecimento de causa).

Se analisarmos conscientemente, veremos que são duas coisas bem diferentes.

Pessoas que gastam tanto com animais de estimação devem ter muito dinheiro sobrando, e, nesse caso, deveriam fazer doações para orfanatos, etc., caso não optem pela adoção de crianças.

De repente haja alguns que façam isso: gastam com animais, porém gastam muito mais apadrinhando várias crianças, como iremos saber? Creio que não devemos julgar sem conhecer os fatos.

+ bjos, querida.

Mari disse...

Yasmine você disse tudo minha amiga.
Sem mais cmentários!
Um beijo grande

Mari disse...

Oi cacá,

Lindo isto que o Bandeira escreveu, exatamente o que eu quis dizer aqui.
Os valores invertidos geram o caos meu amigo.
Um beijo

Mari disse...

Sueli,

Isto é que é bom, a oportunidade de discutirmos assuntos que nos incomodam.
Sem dúvida nenhuma, no que diz respeito a matar, tiro meu chapéu para os animais irracionais, que o fazem somente nas condições que você mencionou.
Também abomino irmão que mata irmão, mas sei que Alguém com muito mais inteligência do eu, tudo vê e tudo sabe.
E se Ele, nos dá o livre arbítrio, Ele também sabe o que estas pessoas vão ainda ter para resgatar.
Com certeza existem muitas pessoas que cuidam dos animais e zelam também pelos pequeninos, disto estou certa.
O que questiono aqui são aquelas pessoas que esquecem o seu próximo e se desvelam em cuidados apenas para com os animais, estas pessoas sim, precisam urgentemente rever seus conceitos.
Então minha amiga, desta forma concluo que estamos de acordo em nosso modo de ver as coisas.
Sem julgamentos, apenas com discernimento para o que é certo e para aquilo que foge ao princípio maior que nos ensinaram de "amar o seu próximo como a si mesmo".
É isto querida!
Mais beijos para você também!
E boa semana!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails