Seja Bem Vindo!

Eu não preciso de ti. Tu não precisas de mim. Mas, se tu me cativares, e se eu te cativar...Ambos precisaremos, um do outro. A gente só conhece bem as coisas que cativou, por isso tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas!

(Antoine de Saint-Exupéry).


sexta-feira, 17 de junho de 2011

♫♥ My Way - (Tradução) Frank Sinatra



Desde criança, quando meu pai me apresentou esta música, ela disse algo à minha alma, não sabia naquela época o que sei hoje, ainda não tinha vivido o suficiente para saber. Mas hoje sei, que não existe fim, por mais que ele pareça estar presente. Hoje sei que cada fim carrega em si a oportunidade de um novo começo...e é para isto que estou pronta, para recomeçar! Sim, fiz tudo do meu jeito, que para mim foi o jeito certo.
Vivi intensamente, ri, chorei, esperei, me entreguei, amei muito e até demais, fui amada e também não fui, me decepcionei, vibrei, sofri, vivi inúmeros momentos de pura felicidade...e outros de imensa tristeza, mas fiz tudo o que senti vontade.
Fiz loucuras para estar ao lado de um amor...e sempre, sempre valeu a pena cada loucura, cada arroubo de amor que tive.
Sim, eu fiz tudo o que desejei, fiz tudo do meu jeito...não existem arrependimentos, nem lamentações...porque tudo que fiz, eu fiz por amor àquilo em que sempre acreditei!
Depois de passar os últimos dias em um estado de prostração, sem saber o que fazer ou para onde ir...hoje ouvi esta música e assim, do nada, tudo se tornou claro, percebi que precisava ter vivido este momento em sua plenitude...e como da primeira vez, quando menina...senti aquela sensação gostosa que na época não entendi...que todo ciclo em nossas vidas precisa ser encerrado a seu tempo, para que possamos recomeçar livres de todos os nossos fantasmas!
Sim...eu fiz tudo do meu jeito e não me arrependo de nada!


By: Mari

2 comentários:

manuel marques disse...

Sou a favor de tudo que ajuda a atravessar a noite - seja uma oração, tranquilizante ou uma garrafa de Jack Daniels.
(Frank Sinatra)

Abraço

Denise disse...

A diferença, Mari, é que a canção da vida nem sempre é bonita assim...e a gente se perde na mer_lodia...rs

Brincadeiras a parte, tua lógica de argumentos é incontestável, e a reflexão, válida, sempre!

Bjos...bom findi querida!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails