Seja Bem Vindo!

Eu não preciso de ti. Tu não precisas de mim. Mas, se tu me cativares, e se eu te cativar...Ambos precisaremos, um do outro. A gente só conhece bem as coisas que cativou, por isso tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas!

(Antoine de Saint-Exupéry).


quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Hoje eu sou só saudade...

Hoje, mais do que ontem, eu sou só saudade...
Saudade do que foi...
Saudade do que não é...
Saudade do que poderia ter sido...


A gente não morre de saudade...
A gente vive com saudade!
Essa bandida que quando se instala dói,
Dói o corpo, dói a mente, dói a alma da gente...
E não importa o que se faça...
Não tem jeito, ela não passa!
Companheira de todas as horas, minutos e segundos...
Faz lembrar, faz sonhar, faz querer...
De tão imensa e tão profunda...
Arrebata o sossego da gente.
Erra quem diz morrer de saudade, pois que a morte a tudo põe um fim...
Já a saudade...esta não tem fim!
A gente não morre de saudade...
A gente vive com saudade!

By: Mari

5 comentários:

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Mari, a saudade vem com suas malas (bagagem completa) e se instala na gente. O bom é que ela não paga aluguel e com o passar do tempo vamos nos enjoando dela e acabamos por trilhar por novas e reais esperanças.
Durma bem e acorde cada dia melhor.
Beijo no coração.
Manoel.

✿ chica disse...

Lindos e melancólicos versos!beijos,ótimo fds!chica

Misturação - Ana Karla disse...

Oi MAri, bom dia.
A saudade em mim dói.
Passando pra matar saudades. rs
Bom final de semana
Xeros

josenaide disse...

Me marcou demais!!!!!bj...

Andre Martin disse...

Relembrando Índios, da Legião Urbana,
"... só você tem a cura
pro meu vício de insistir
nesta saudade que eu sinto
de tudo que eu ainda não vi!..."

A saudade de ontem e de hoje
lembrou-me também este poema,
que adotei pra mim, do meu tio:
Por que?
http://mesdre.blogspot.com/2010/07/luzes-do-amigo-3.html


LinkWithin

Related Posts with Thumbnails