Seja Bem Vindo!

Eu não preciso de ti. Tu não precisas de mim. Mas, se tu me cativares, e se eu te cativar...Ambos precisaremos, um do outro. A gente só conhece bem as coisas que cativou, por isso tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas!

(Antoine de Saint-Exupéry).


sexta-feira, 11 de novembro de 2011

A lua e eu...


Lua cheia...
Soberana e brilhante...
Neste límpido véu negro,
Pontilhado de diamantes...

No céu misteriosa presença 
É noite enluarada, 
Cresce lua cheia
Brilha deusa prateada.

(Mari)


4 comentários:

Cacá - José Cláudio disse...

Bom dia, Mari!

me junto a você nesta sua maravilhosa homenagem à lua cheia:

A lua hoje me atraiu
Feito uma sereia dos céus
Nesta madrugada sem nuvens véus
Eu e todos que na rua vi não houve quem resistiu

A lua cheia é tão bela e inspiradora
É tão lasciva, sedutora
Sua cumplicidade de luz que a tantos encanta
Infiel do universo e fiel com quem dela se espanta

A lua cheia é tão inspiradora e bela
Que, na falta de alguém,
Na falta de algum amor,
Me apaixono mesmo é por ela.


Um abraço. paz e bem.

Andre Martin disse...

Estive admirado e pensante,
em você e na lua distante
se ambas podem ser comparadas
em comum têm estarem separadas.

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Mari, você deixou o seu blog enluarado. Adorei seu texto.
Beijos.
Manoel.

Luciane disse...

Mari, quanto tempo sem vir aqui! Será que ainda se lembra de mim? rs Acompanhava bem de pertinho seu blog. Diariamente. E conversava com você, com seus textos! Em perfeita sintonia. Agora trilho uma estrada um pouco diferente, já não tenho tempo para minhas leituras. Mas vim hoje saber de você. E fico feliz em ver seu blog lindo como sempre! Um beijo!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails