Seja Bem Vindo!

Eu não preciso de ti. Tu não precisas de mim. Mas, se tu me cativares, e se eu te cativar...Ambos precisaremos, um do outro. A gente só conhece bem as coisas que cativou, por isso tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas!

(Antoine de Saint-Exupéry).


sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Tá tudo cinza


Hoje não tem como disfarçar...
Dói tudo, dói tanto, com tanta força...que falta força!
É um aperto por dentro, uma vontade de chorar, misturada com uma raiva enorme de mim mesma, por sentir estas coisas, por encontrar-me assim, tão confusa, tão perdida, com tanta vontade de você.
Parece até uma conspiração maquiavélica do meu inconsciente contra tudo aquilo em que eu preciso acreditar.
Falta tudo, o ar, o conforto, a paz, a tranqüilidade, o sono, a fome....
Falta até vontade pra sentir coragem de reagir.
Tudo conspira pra me deixar assim, nesta letargia, consumida pela impotência...
É a velha música que não tocava há séculos e as rádios cismam de tocar a toda hora!
Dá vontade de sair correndo e só parar quando o corpo não agüentar mais!
É um bate papo com amigos, que falam de lugares onde estivemos ou de coisas que já fizemos um dia.
Que droga!!!
E eu sinto como se não tivesse lugar pra mim neste mundo, onde a sua presença não invadisse e preenchesse tudo em volta.
Daí, como sou burra o suficiente, ainda cismo em olhar as velhas fotos, como se pudesse trazer de volta o que não volta mais.
Com que direito você invade assim o meu lugar, a minha paz, a minha falsa, porém segura sensação, de que já não preciso mais de você?
Enfio a cara no trabalho, ultrapasso o horário do expediente, trago serviço pra casa...tudo na vã tentativa de não pensar, de não lembrar, de não querer tudo outra vez!
Os nervos à flor da pele, o choro solto, a insônia insistente e persistente, um amargo por dentro, uma dor na boca do estomago...
Simplesmente hoje, estou sem lugar pra mim no mundo, ele ficou pequeno demais para mim, pra minha dor e para a minha imensa estupidez!
By: Mari

Um comentário:

Rodrigo Marcilio disse...

O que foi ontem... não precisa continuar sendo hoje ou amanhã !!! A não ser que alimentemos o passado... com bastante agua e adubo... as suas raizes ficam muito profundas debaixo da terra... e não basta apenas cortar o tronco... é necessário arrancar profundas raizes... e sei que não é lá tarefa muito simples... Hoje só hoje... você pode fazer escolhas diferentes... O que você escolhe fazer agora ???

Namastê !

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails