Seja Bem Vindo!

Eu não preciso de ti. Tu não precisas de mim. Mas, se tu me cativares, e se eu te cativar...Ambos precisaremos, um do outro. A gente só conhece bem as coisas que cativou, por isso tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas!

(Antoine de Saint-Exupéry).


quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Fazendo de conta...





Tem dias que eu faço de conta que está tudo bem...e assim disfarço um pouco as minhas angústias.
Noutros dias...faço de conta que as pessoas me consideram da mesma forma que eu as considero...e não vejo nada de errado na falta de atitude delas.
Tem vezes que eu faço de conta que sou boba mesmo...e assim pensam que eu acredito em tudo quanto me dizem...ou escrevem.
Já fiz de conta que não sentia dor...mas mesmo assim eu chorei, pois fingi não sentir a dor mas esqueci de fingir que não doía mesmo assim...
Já fiz de conta que era insensível...muita gente acreditou, mas não consegui convencer ou enganar a mim mesma...
Às vezes faço de conta que sou uma sábia o suficiente para encontrar a melhor resposta, a melhor escolha...
Tem vezes que faço de conta que não sei de nada, que não tenho opinião formada ou ainda faço de conta que sou fútil e deslumbrada...tem gente que acredita mesmo que eu possa ser vazia desse jeito...
Por vezes faço de conta que não percebo as más intenções, faço de conta que sou alienada...incrível ver como algumas pessoas acreditam fácil quando a gente se coloca em posição inferior e desmerecedora...e apreciam nos ver assim...
Às vezes faço de conta que estou sorrindo...embora por dentro esteja chorando.
E tem vezes que faço de conta que amanhã quando eu acordar...tudo não terá passado de um simples faz de conta!

By: Mari

7 comentários:

Yasmine Lemos disse...

Bom dia Mari, queria ter escrito isso aí viu! Sinto igual,igual... ontem fiquei de cama por causa de uma enxaqueca não tive como chegar perto do pc.Mas estou por aqui...lindo tudo que escreveu, um desabafo cotidiano pra lá de sincero.
meu beijo e um dia de muit apaz e luz!

Guará Matos disse...

E vamos fazendo de conta de quantos "faz de contas" prcisamos fazer para que as pessoas possam nos entender.
Bjs.

Misturação - Ana Karla disse...

É Mari, a gente até pode fazer de conta e as pessoas acreditarem, mas nós sabemos a real verdade.

Inspirada!

Xerossssssssss

Dila disse...

É minha Siamesa,acho que no fundo todos nós brincamos de faz de conta,muitas vezes o faz de conta da certo em alguns momentos e em outros...Nos machucamos com a brincadeira,mais o que seria da gente se não existisse essa brincadeira?Nos machucariamos muito mais?ou machucariamos os outros muito mais?Muitas vezes me sinto dessa forma com a qual você escreveu,vejo muitas reações umas positivas outras negativas e ambas machucam pois ambas foram geradas pelo faz de conta e o faz de conta sabemos que não é real,por que se assim o fosse como sera que seria nossas reações e as reações de quem convivem conosco ao se dar conta da realidade nua e crua?Então me questiono....Sera que o Faz de conta veio mesmo a calhar?Ou sera que o famoso ditado Eu quero a verdade nua e crua tb não passa de um faz de conta?A verdade dói dependendo de como ela é dita ou descoberta,mais outra verdade é que alem da dor ela nos liberta sempre,mais um bom faz de conta vem a calhar de vez em quando!

Bem minha Siamesa Linda como sempre digo TI AMOOOO.Amei a postagem veio bem a calhar rs!

MENEZES disse...

Aproveitando a deixa do post! Você é uma hipótese muito foforocota! Aí vc deve estar se perguntando: "Hipótese?"... rs... Aproveitando a deixa como falei antes: "É uma coisa que não é, mas que nós fazemos de conta que é, para vermos como seria se fosse"! E o resultado dessa análise, é a pessoa maravilhosa que você demonstra ser! Obrigado por seu comentário, é sempre muito estimulante! bjs

MENEZES disse...

Onde está o selo que te mandei?

Zezinha Sousa disse...

Olá, Mari, vc escreve muito bem, menina!!! Gosto de vir aqui. Tem sempre um texto gostoso de ler e bastante reflexivo também. Te aguardo, querida. Bjos!!!!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails