Seja Bem Vindo!

Eu não preciso de ti. Tu não precisas de mim. Mas, se tu me cativares, e se eu te cativar...Ambos precisaremos, um do outro. A gente só conhece bem as coisas que cativou, por isso tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas!

(Antoine de Saint-Exupéry).


terça-feira, 26 de outubro de 2010

Troque seu cachorro por uma criança pobre


Quero deixar bem claro aqui, que eu não sou a favor de maus tratos contra os animais, de jeito nenhum, penso que os bichinhos devem ser bem tratados, se for para judiar é melhor nem ter.
Mas....
Não posso deixar de registrar aqui a minha indignação em ver que tem gente que se preocupa muito mais com os animais do que com o seu semelhante!
Esta tirinha aí em cima reflete bem a realidade que a gente vê todos os dias por ai!
Vi outro dia na TV, não me lembro em qual programa, uma socialite fazendo compras em um novo pet shop da cidade. Toda animada ela dizia que iria comprar apenas uns mimos para seus dois bichinhos...Resultado? Saiu de lá carregada de sacolas e deixou a módica quantia de R$ 6.000,00 em suas "comprinhas". Fala sério!!! Tudo bem, cada um gasta seu dinheiro do jeito que quer, sei disso. Mas este caso, certamente não dá para engolir assim!
E é disso que estou falando, de pessoas que perderam completamente a noção.
Será que pararam para pensar o que esta quantia poderia fazer num orfanato, num asilo ou em qualquer outra instituição filantrópica?
Infelizmente algumas pessoas estão cuidando muito melhor dos seus animais de estimação, do que do seu próximo...
Isto me entristece muito! É muito difícil ver  e aceitar (sem falar nada!!!) pessoas dando para os animais aquilo que muito ser humano é privado. Roupas caninas de grife, hotéis e spa para tirar o stress dos bichinhos, festa de aniversário caríssimas, enfim...tem tudo que a gente pode imaginar e até o que não pode!
E a gente sabe que tem tanta criança por aí sem um remédio que tanto precisa, sem um prato de comida para almoçar hoje, sem uma cama para dormir, sem pai ou mãe que possam lhe dar um pouco de amor, afeto, carinho...proteção!
É este desatino que me incomoda, é esta inversão de valores que me faz questionar.
Fico me perguntando que tipo de gente consegue se pré-ocupar mais com um animal do que com outro ser humano!
Fica aqui a minha opinião. Devemos cuidar bem dos animais, mas devemos cuidar muito melhor dos nossos irmãos.
Devemos tratar bem os animais, mas devemos tratar infinitamente melhor o nosso próximo.
Infelizmente, tem gente confundindo tudo!


Como disse Léo Jaime na letra cantada por Eduardo Dusek:



"Troque seu cachorro por uma criança pobre, sem parente, sem carinho, sem rango, sem cobre! Tem muita gente por aí que tá querendo levar uma vida de cão, eu conheço um garotinho que queria ter nascido Pastor-alemão.... Seja mais humano,seja menos
canino. Dê guarita pro cachorro, mas também dê pro menino, se não um dia desse você vai amanhecer latindo!"



Pronto, falei!


(By: Mari)

20 comentários:

Tatiane Garcia disse...

Muito pertinente Mari...
amiga eu sou totalmente contra esses cuidados exagerados dessas tias que cuidam de seus bichinhos como se fossem gente...quer dizer né...tratam melhor do que tratam gente!!!
tem o meu apoio total!!!

JOE ANT disse...

Falei e disse!
Saiu!
***
Valeu, mas, no fundo, não vale.
É muito menos burocracia adotar um cão que uma criança.
Também adotar uma criança para, enfim, fazer o que fez uma certa juiza. Mais valia ter adotado o cão.
Um cão também é muito mais "descartável" que uma criança.
****
Enfim, como na democracia e no macarrão: "tudo, especialmente o amor, deveriam ser para todos em igual"

ⓣⓔⓡⓔⓢⓐ ⓒⓡⓘⓢⓣⓘⓝⓐ disse...

Oiee Mari....Tudo se resume em um ponto básico chamado bom senso....q por sinal anda em falta q faz gosto.
Bjss e lindo dia pra ti!

Misturação - Ana Karla disse...

Mari concordo também.
Não faz sentido um exagero desse com os animais e as crianças cada vez mais abandonadas.
Conheço pessoalmente uma que tem até uma granja/chácara apenas para cuidar de seus bichinho, mas ela é também muito caridosa com as pessoas.
Será que assim compensa?
É uma grande reflexão essa sua.

Passei também pra deixar uns xerossss aqui para você.

Mari disse...

Verdade Tati...
Quando vejo essas coisas fico muito triste e me pergunto o que se passa na cabeça das pessoas!
Beijo querida

Mari disse...

Joe, você disse tudo meu amigo.
É exatamente assim que eu sinto.
Beijos

Mari disse...

Teresa...
Taí um sentimento que está perdendo o sentido amiga!
Beijo

Mari disse...

Olha Aninha,
Ameniza um pouco, mas acredito que esteja na hora das pessoas realmente reverem seus conceitos!
Um beijo minha linda!

Yasmine Lemos disse...

Tudo tem limite,mas tem muita coisa ao contrário, como essa do post.´Tanta coisa pra mudar né?
vamos embora lutar...bjs

M. Sueli Gallacci disse...

Minha querida e linda amiga!

Nem precisei ler o teu post até o fim para lhe dizer o quanto vc me emocionou com esse texto. O quanto ele é convincente. E o quanto eu endosso as suas palavras.

Tenho animais de estimação e muitos! Todos adquiridos legalmente e muito bem tratados.

Mas antes de tudo eu e meu marido adotamos uma criança, apesar de que, na época já tínhamos filhos naturais. Adotamos por opção e não para tapar buracos.

Se cada um com capacidade fizesse o mesmo que fizemos, neste país não haveria crianças abandonadas.

Não estou me vangloriando do meu ato, pois na minha concepção não fiz nada além da minha obrigação de exercitar o mandamento de "amor ao próximo" que tantos enchem a boca ao citá-lo, mas quanto a praticá-lo...

Realmente não é fácil adotar uma criança neste país, eu que o diga, mas não é impossível. Porém, a gratificação é imensa. E o bem que fazemos a nós mesmos vale o sacríficioo. Só temos a lucrar.

Parabéns pela coragem e iniciativa de escrever sobre isso!... Aprecio muito pessoas corajosas.

Um bjo enorme no seu coração.

Mari disse...

Isso mesmo Yasmine...
Aprendi que pra que haja mudança é preciso atitude, não adianta só falar!

Beijos

M. Sueli Gallacci disse...

Amiga, voltei aqui só para acrescentar algo que me lembrei. Outro dia li uma crônica num blog onde a autora defende uma tese exatamente contrária à tua: A adoção de animais ao invés de uma criança. Lógico, pasmei!

Ainda não me acostumei com certas coisas que vejo pelos blogs afora... Não posso concordar, o máximo que posso fazer é me calar e fingir que não li aquilo, o que muito me custa. Acho que não sei blogar. rsrs

+ bjos.

Mari disse...

Oi Sueli,

Tudo que você disse vem de encontro ao que postei.
Concordo contigo minha amiga, se tem uma coisa que precisa evoluir neste País...é sem dúvida a lei da adoção, é muita complicação mesmo!
Obrigada pelo carinho.
Beijos

Mari disse...

Então Sueli, postamos juntas rs

Pelo amor de Deus!!!! Não acredito nisso amiga!
Ainda bem que eu não vi uma postagem dessas, pq certamente iria render rs

Um beijo grande

Andre Martin disse...

Seria bom pensar que o "latin"do estivesse extinto, fosse língua morta!... rs

Faz idéia de quanto custa o quilo de ração de cachorro? Compara o o quilo de carne que se põe na mesa...

O comércio também é responsável, de certa forma, para piorar ainda mais essa distorção de tratamentos...

Alexandra Caribé disse...

oi Maristela, boa noite. Vc ajuda crianças abandonadas? qual é o orfanato que vc ajuda mensalmente?
meu e-mail alexandravet2004yahoo.com.br

Anônimo disse...

Gostei tanto da sua opinião , que copiei e colei no meu face com as tirinhas ... vc está certíssima !!1

Anônimo disse...

Passei a tirinha eo comentario nas redes sociais pra ver se algum se liga!Parabens é isso ai!!!

Anônimo disse...

Já repassei para as redes sociais! Parabens!

Anônimo disse...

Nem sempre é assim,você usou uma exceção para se explicar.
Concordo que devemos ter amor ao próximo,mas temos que
analisar melhor.A verdade é que existem pessoas enchendo seu
cão de joia e tal,assim como há pessoas entupindo suas crianças
de mimos e contribuindo para seu mau caráter achando que está

fazendo bem ao seu filho.Se pararmos para pensar,vivemos num

mundo onde ninguém é amado.Fetos são abortados e jogados no

valão,cães,gatos,sapos,cabritos e etc. são mortos em rituais
macabros

e demoníacos.
Portanto,não pense que os animais estão tão bem na fita.
Estamos todo no mesmo barco,todos estão sujeitos a

sofrer sem ter o apoio de ninguém.Animais e pessoas,

infelizmente tem o mesmo valor agora:nenhum.
Não que eu seja uma pessoa fria,só penso que
TODOS sofrem,ninguém está livre disso.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails