Seja Bem Vindo!

Eu não preciso de ti. Tu não precisas de mim. Mas, se tu me cativares, e se eu te cativar...Ambos precisaremos, um do outro. A gente só conhece bem as coisas que cativou, por isso tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas!

(Antoine de Saint-Exupéry).


quinta-feira, 22 de março de 2012

Já era amor...antes de ser


Foto by: Mari
Não me lembro mais qual foi o nosso começo.
Sei que não começamos pelo começo.
Já era amor antes de ser. 
(Clarice Lispector)

......


Sentados na pedra olhando o mar, estavam acompanhados por uma alegre embriaguez só pelo fato de estarem juntos...ali...
Era novembro, um final de tarde nublado, sabiam que o por de sol naquele lugar era fantástico, mas o céu estava cinza, mas isto não era importante. Talvez porque o sol  brilhava-lhes por dentro.
Olhavam-se não só com amor, mas com admiração...
Quanto tempo haviam esperado? Agora já não importava saber, tinha valido a pena cada minuto da espera.
Havia entre eles um silêncio cúmplice, a respiração era ofegante e secava-lhes a garganta a emoção que sentiam...tinham sede um do outro.
Naquele momento as palavras se ditas, não teriam sentido algum, por isso permaneciam calados, conversando apenas com olhares.
Tocavam-se vez ou outra, só para confirmar que não estavam vivendo em um sonho.
Tinham passado o dia passeando pela cidade, visitando os pontos turísticos, mas nada se comparava à beleza que ela via quando encontrava o seu olhar.
Riram muito, falaram sobre tantas coisas...agora o momento era de só de sentir, por isso dispensaram as palavras pequenas que não poderiam traduzir a grandeza de seu sentimento.
Enquanto ficaram ali tiveram tudo o que precisavam...um ao outro! E eles adoravam estar juntos.
Mas então, tudo se transformou em nada...
Ela ainda estava ali e olhava mas não o enxergava. Como era possível?
Tudo estava errado, assustadoramente errado e impreciso.
Será que deveriam ter falado? 
Será que deveriam ter prestado mais atenção ao que não foi dito?
Será porque eles quiserem ser o que já eram? E quiseram ter o que já tinham?
E por estarem assim tão ligados... distraíram-se um do outro?
Quando se tem o que eles tinham, não há mais nada a buscar, talvez ai eles tenham se perdido, pois acreditavam que poderiam ter e ser mais do que já eram...


By: Mari



Um comentário:

Anete V. Marques disse...

Oi Mari, vim conhecer o seu Cantinho de Sonhar e gostei muito! Ele é alegre e transmite paz e perseverança... Sonhar é viver!...

Um abraço p você

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails