Seja Bem Vindo!

Eu não preciso de ti. Tu não precisas de mim. Mas, se tu me cativares, e se eu te cativar...Ambos precisaremos, um do outro. A gente só conhece bem as coisas que cativou, por isso tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas!

(Antoine de Saint-Exupéry).


sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Desabafo II


E já não chegasse a gripe e a tristeza...
Vem a saudade também para me fazer companhia.
Fui te ver, como sou burra!
Fazia tanto tempo que você não ocupava lugar aqui dentro de mim...eu não permitia!
Pensei, sinceramente...que já não importava mais...Mas, importa ainda!
Well...com certeza vai importar para sempre (e eu sei que sempre é muito tempo!)...mas nada posso fazer quanto a isto.
Mas eu já sei o porque disto.
É a lua...fim da fase minguante, daí não tem jeito...eu fico assim, quase no finalzinho de mim mesma...
Parece que vou desaparecer quando esta fase pega forte em mim...
Deve ser por isto que faço asneiras, do tipo...saber de você por exemplo...
Ou ainda...buscar essa saudade para me fazer companhia, lembrar do que foi e era tão bom...
Estes últimos dias eu sei....você pensou em mim, sabe como é né? Eu sinto, sempre senti...
E você sabe...pois sente também, é aquela coisa maluca que só a gente sabia como era.
São aqueles momentos em que me deixo levar nas espirais das minhas mais doces recordações...
Pois é...diz o ditado que o que não tem remédio, remediado está, então que seja!
O bom é saber que amanhã começa uma fase nova...ela vem radiante no céu, renovada em sua energia e consequentemente eu me renovo também!

By: Mari

7 comentários:

M. Sueli Gallacci disse...

Mari, minha linda, fazer besteiras é bom, ser "certinha" o tempo todo que é burrice. É monótono. A palavra de ordem é: extravasar em qualquer faze da lua. Somos mulheres, sensíveis e autênticas.

Não precisamos fingir e nem prestar contas a ninguém.Fazer o que manda o coração... Se não, a razão vai nos cobrar os "ses" no futuro... "e 'se' eu tivesse feito aquilo que tanto desejei, mas não tive coragem?" "Será que não seria mais feliz hoje?"...

Não entender o apelo das batidas do coração que é errado.

Um beijo grande, amiga!

sandra Freitas disse...

Affffffff..Mari agente foi separada na maternidade...
Adorei..parece meu desabafo..
Beijos

sandra Freitas disse...

ahh tbm tô morrendo de gripe...
atchimmmmmmmm
bjokas

Mari disse...

Ah Sueli....

É mesmo próprio da gente.
Eu não temo fazer besteiras ou agir no impulso...só não me permito pensa como teria sido!

Bom final de semana!
Beijos

Mari disse...

Oi Sandra,

Vai saber né? rsrs
Melhoras pra você moça!
Beijo

JOE ANT disse...

Porque será?
Porque será que gostam tanto de culpar a Lua? Ela, perdida, no meio do Universo, agarrada à Terra por uma "atracção fatal", que também não a deixa despegar e ir à procura de outros planetas "menos encrenqueiros" e, talvez, mais bonitos e...
que mais a satisfaçam.
Maldita rotação (translação), com "falta de rotatividade", tão apegada está a este planeta maluco.
Ela gostaria de viver muito mais na penumbra, não se expor tanto, não ter fases claras ou semi-claras.
O ar grave da Terra a faz gravitar à sua volta. No fundo, Terra não lhe liga nenhuma, tirando os feitos dos poetas.
Acorda, menina Lua, já era tempo de apreender e a procurar outro sistema planetário. Talvez um planeta ainda mais louco, que não ande como este a "vangloriar-se" que ela não o larga, que não consegue viver sem ele.

Mari disse...

Joe meu querido,

Eu gosto muito da lua, sei que existem outros planetas e astros...mas ela é toda linda, gosto dela assim desde pequenina.
E ela influencia as marés, o tempo... e a mim também.
Sim meu amigo, muitas vezes me aventuro por ai por outros planetas, é preciso.
Como disse o poeta "navegar é preciso"...eu navego sim, mas sempre volto para ela.
Um beijo

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails